quarta-feira, 1 de julho de 2015

Escolas de Barcarena estão em situação precária

Por Ádima Farias Monteiro*

Foto: Claudia Martini - Reprodução do site Pará Online 
A escola estadual Padre José Delgardes, localizada na Vila do Conde, em Barcarena, está com as aulas suspensas devido um incêndio na fiação elétrica do colégio, ocorrido no mês passado. A escola atende cerca de 1000 alunos e é a única que oferece o Ensino Médio em Vila do Conde.

A Secretaria de Estado de Educação (SEDUC) sabe do problema. A escola Padre José Delgardes foi reformada há cinco anos e as obras não foram concluídas. Até hoje o colégio não foi climatizado e também a parte elétrica do prédio não foi reestruturada, mesmo ambos os serviços constando no projeto de reestruturação do espaço.

Depois de inúmeros documentos protocolados na SEDUC desde o período da reforma, em abril de 2014 a comunidade escolar decidiu ir até a Secretaria solicitar providências, pois o problema elétrico da escola já tinha paralisado vários dias de aula, bem como provocado a queima de equipamentos. 

Somado a isto ainda tem o déficit do número de funcionários, que vai desde a falta de servente até a ausência de professores para algumas disciplinas, o que se agravou com a medida autoritária do governo Jatene/Helenilson ao reduzir a carga horária dos educadores, mesmo sem ter realizado concurso público para a contratação de novos profissionais da educação. 

A escola encontra-se com uma placa de reforma que indica adequação à climatização dos blocos pedagógicos a ser realizada em 120 dias, só que a empresa Centrais Elétricas do Pará (Celpa) não autorizou, até a presente data, a instalação do transformador nas dependências do prédio. A Celpa já esteve na escola e fez uma religação emergencial, ou seja, o problema permanece, correndo o risco de incêndio a qualquer momento. 

A comunidade escolar exige que providências cabíveis sejam tomadas para garantia da integridade física dos alunos, dos profissionais e das pessoas em geral que moram no em torno da escola Padre José Delgardes e também das que circulam perto do local. 

Das dez escolas estaduais de Barcarena, três estão com risco de desabamento e sem condições de funcionamento, duas estão em reforma, mas com o prazo das obras vencidas e sem previsão de conclusão. A educação no Pará precisa de mais atenção com urgência!
*Professora da rede estadual de ensino e socióloga