Nota Pública sobre as ameças que defensores de direitos humanos estão sofrendo



Imagem: reprodução da Internet

Sobre as ameaças de grupos de extermínio a defensores(as) de direitos humanos, parlamentares, promotores, familiares de vítimas e testemunhas:
 
As instituições que fazem parte da sociedade civil paraense  consideram inaceitável que o estado democrático e o direito à vida continuem a ser corriqueiramente ameaçados por grupos de extermínio ou milícias no Pará, muitas vezes com a participação de agentes de segurança pública.

Nesta semana, em plena visita da CPI do congresso nacional que investiga o extermínio da juventude negra, tomamos conhecimento de ameaças contra a vida dos parlamentares Edmilson Rodrigues (Psol) e Carlos Bordalo (PT), do Promotor de justiça Armando Brasil e agora também contra vida da ouvidora de segurança pública Eliana Fonseca que também é militante da SDDH e do MMCC.

Ainda no início deste ano, milicianos já haviam ameaçado o jovem militante Alex Pamplona, que era um dos defensores de direitos humanos que vinha acompanhando de perto o caso da Chacina de Belém e os trabalhos da CPI das milícias, instalada na Assembleia Legislativa do Estado (ALEPA). Estes fatos já são do conhecimento do secretário de segurança pública e do Delegado Geral da Polícia Civil do estado.

A SDDH, o MMCC e demais entidades que assinam esta nota não admitem estes atentados e a continuidade dessa situação de terror que tem sido recorrente no Pará.  Exigimos providências urgentes para investigar todos os fatos relacionados a estes crimes, e para a garantia da vida, segurança e integridade das autoridades, do Ministério Público, de parlamentares, da ouvidora Eliana Fonseca e também dos familiares de vítimas e testemunhas, sob pena de acionarmos mecanismos internacionais de proteção como a Comissão de Direitos Humanos da OEA e ONU.

Queremos a prevalência da justiça e da democracia.
 Não à impunidade!



Assinam esta Nota Pública:
SDDH - Sociedade Paraense de Defesa dos Direitos Humanos; 

MMCC – Movimento de Mulheres do Campo e da Cidade;

MNDH - Movimento Nacional de Direitos Humanos; 

CEDECA – Emaús; 

Levante Popular da Juventude; 

Consulta Popular; 

Movimento de Mulheres Feministas - MARIAS;


Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB); 


Pastorais sociais da CNBB Regional Norte II; 

Comissão Pastoral da Terra- Pará;

Oblatos de Maria Imaculada;


CNBB Regional Norte II;


Comissão Pastoral da Terra /PA;


CEB's Norte II;


Pastoral do Meno;

Pastoral da Comunicação e 

Pastorais Sociais da CNBB Regional Norte II

Postagens mais visitadas deste blog

Jornal Resitência- edição 42 - julho de 2019