quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Nota de repúdio: Não à violência contra as mulheres

Imagem: reprodução do Facebook 
A Sociedade Paraense de Defesa dos Direitos Humanos (SDDH) vem manifestar sua completa indignação e repúdio ao triste episódio ocorrido em Parauapebas, na madrugada do último domingo (20/9), em que a vida de Lorena Lima foi brutalmente ceifada. De acordo com informações repassadas por lideranças sociais do município, Lorena tinha uma militância ativa na Pastoral da Juventude e era forte candidata para ser votada como conselheira tutelar. As motivações de seu assassinato ainda são desconhecidas.

O que mais preocupa os amigos e parentes é o fato do assassino ter deixado um bilhete, dizendo que a próxima a ser assassinada seria a mãe da vítima. A mãe de Lorena é sindicalista em Parauapebas.

A morte da jovem Lorena provocou grande comoção no município. Seu sepultamento foi acompanhado por uma multidão de pessoas. E há uma forte mobilização local, principalmente da juventude, que buscam esclarecimentos dos fatos e a prevalência da justiça.

A SDDH se solidariza com os familiares de Lorena, seus amigos e companheiros/as de luta da região e estará à disposição para ajudar no que for necessário, pois não podemos permitir que crimes como estes continuem a acontecer contra as mulheres em nosso estado. Esperamos das autoridades competentes o melhor empenho neste caso para que seja elucidado e a impunidade não prevaleça.